5 passos para criar uma horta em casa na quarentena - Setpar Empreendimentos

5 passos para criar uma horta em casa na quarentena

1 junho 2020

Em tempos de quarentena, o isolamento social faz com que as pessoas fiquem mais tempo em casa. Com esse período mais flexível aos afazeres de sua moradia, alguns de seus desejos podem se encaixar perfeitamente a esse momento.

Se você é aquela pessoa que sempre imaginou ter uma horta dentro de sua casa para colher aquele tempero fresquinho para sua refeição, mas nunca teve tempo para montar por conta das longas jornadas de trabalho ou por considerar que não tem um local adequado para aplicá-la, e o seu interesse te trouxe até aqui, vamos mostrar como é possível criar a sua horta de maneira sustentável, otimizando espaço, em um período que você terá disposição. 

Caso ainda não esteja convencido do porquê montar uma horta em casa, vamos trazer alguns benefícios que uma horta pode ter. Se você já está convencido mas não sabe por onde começar a horta em sua residência, aconselhamos que você siga para os 5 passos que estão na sequência das vantagens que iremos apresentar aqui a seguir. 

Vantagens em ter uma horta dentro de casa

Ter uma horta orgânica em seu quintal, sacada ou área de lazer, pode render muitos benefícios à sua alimentação e à sua saúde mental. Ter um espaço para cultivar os temperos, as hortaliças ou até mesmo o que você mais gosta de comer, pode ser um passatempo capaz de desenvolver novos conhecimentos e trazer uma harmonia à sua residência.

Destacamos aqui, algumas dessas vantagens:

  • É considerada uma atividade relaxante e que representa qualidade de vida, já que gera um envolvimento com a natureza e traz oportunidades lúdicas como a colocar a mão na terra para semear o meio ambiente;
  • Desenvolve, enriquece e traz novos conhecimentos através de técnicas que podem ser aplicadas de acordo com a horta que decidir montar;
  • Traz benefícios a sua saúde por ser alimentos saudáveis sem uso de insumos e fertilizantes, além de contribuir com um sabor diferenciado na sua comida;
  • Pode ser um instrumento de decoração em sua casa, além de sustentável e favorável ao meio ambiente, ele também pode dar um “charme” ao seu ambiente residencial;
  • Não requer grandes investimentos, muito menos grandes espaços.

Apesar de todas essas vantagens que citamos, elas só vão render bons frutos se houver uma dedicação de sua parte. 

E já que estamos falando de ações, vamos aos 5 passos fundamentais para a criação do seu cantinho de plantação.

1º passo: Defina o que irá cultivar

O primeiro passo é definir o que será plantado em sua horta. Isso pode variar de acordo com o gosto de cada um. Se você nunca participou de um plantio, é interessante começar com um um alimento simples e fácil de plantar/cuidar. Condimentos como o coentro, o gengibre e a pimenta são simples e fáceis de plantar, cultivar e manusear. Eles também não ocupam muito espaço (podem ser colocados em um vaso, por exemplo) e se adaptam com facilidade aos ambientes.

2º passo: Identifique um lugar adequado

Após definir o que irá plantar, é muito importante saber se a sua casa é capaz de acomodar o que deseja plantar. Não adianta você querer plantar uma bananeira morando em um apartamento. Ver o espaço disponível, com uma boa iluminação e que seja fácil de receber cuidados é essencial para sua horta. Esse segundo passo está muito relacionado ao primeiro, podendo até inverter a ordem de acordo com sua organização.

3º passo: Escolha onde vai plantar

O terceiro passo é simples. Onde você irá plantar? Será em um vaso? Será um um pequeno canteiro? Será em um terreno? A escolha mais tradicional é o vaso. Existem diversos tipos e tamanhos, com facilidade para remanejar de lugar e otimizar o seu espaço. Muitas pessoas também possuem área ampla e preferem plantar direto ao solo. Essa também é uma boa opção.

4º passo: Cuidados ao manusear e plantar

Com o local, o tipo e onde iniciar sua horta, começaremos a parte prática do plantio. É muito importante verificar a consistência do solo e deixá-lo preparado para receber o fruto, ou hortaliça ou a semente. É através da terra que a planta receberá seus nutrientes, por isso o solo deve ser fértil e “fofo” para que a entrada de nutrientes coincida com o crescimento da planta. O solo para produzir em vasos, também conhecido como substrato, deve ser preparado e receber uma adubação orgânica correta.

5º passo: Acompanhamento diário e aprimoramento

Após colocar a semente e cobri-la com a terra, sua horta está quase pronta. Nesse momento, sua tarefa será acompanhar o seu desenvolvimento, sempre regando e adubando o solo. Com o desenvolvimento de seu espaço, chegou a hora de aprimorar a sua horta. Agora, novas técnicas podem ser estudadas e, futuramente, aplicadas no seu canteiro. Um exemplo desses modelos é o da agricultura sintrópica, que é um tipo de cultivo utilizado como técnica para recuperar e enriquecer o solo degradado. Essa técnica copia a natureza e no mesmo espaço se planta várias espécies com o conceito de produzir alimentos e recuperar o ambiente ao mesmo tempo, sem o uso de agrotóxicos e fertilizantes.

Agora é a sua vez! Muitas pessoas deixam de lado essa experiência por falta de conhecimento, porque acreditam que para ter um plantio orgânico é preciso muito tempo, dinheiro ou espaço

Isso não é verdade! As hortas se adequam a cada perfil, a cada lugar, basta ter o interesse e fazer parte dos benefícios que o meio ambiente tem a oferecer.