5 dicas para limpar um terreno - Setpar Empreendimentos

5 dicas para limpar um terreno

22 julho 2020

Você já parou para pensar que limpar um terreno é tão importante quanto você limpar a sua casa, o seu quarto? Pois é, a limpeza de terreno também é uma questão de higiene e de saúde pública. É isso mesmo, saúde pública! Um terreno baldio, sem construção, é um foco em potencial para o acúmulo de lixo, entulhos, mau cheiro, água parada e abrigo para animais peçonhentos e transmissores de doenças.

Muitas pessoas, devido a correria do dia a dia, às vezes não lembram de realizar essa manutenção regularmente. A limpeza não se trata apenas do mato alto, já que o crescimento de ervas daninhas é algo natural por se tratar do meio ambiente em que vivemos. Existe um lance de conscientização que precisa ser trabalhado no nosso subconsciente. Em devidas proporções, cuidar de um terreno é como você cuidar do seu carro. Periodicamente ele precisa de uma revisão, de uma limpeza, além de cuidar de toda sua documentação e pagamento de impostos.

Aqui você fica sabendo tudo o que é necessário para limpar o seu terreno.

Sabendo da importância em manter o local limpo, existem algumas maneiras de realizar essa limpeza de modo correto e seguro. Afinal, você não vai querer criar um atrito com o seu vizinho por conta do mato alto do seu terreno, não é mesmo?! Veja essas 5 dicas que separamos para você seguir e evitar que o terreno seja um grande problema.

Dica 1: Visite periodicamente o seu terreno

Como citamos acima, o terreno necessita de uma vistoria de tempos em tempos, assim como um carro. É claro que o tempo de um não será o mesmo que o do outro, mas ambos necessitam de cuidados. Para não ter dores de cabeça com o seu terreno, especialistas dizem que o ideal é que você realize até três visitas semanais para verificar altura do mato, possíveis entulhos de outras construções e o acúmulo de lixo inconveniente das pessoas (isso é ainda muito presente). Essas visitas também servem para conversar com seus futuros vizinhos, que podem ajudá-lo com notícias do seu terreno nos dias que você não conseguir visitar o local.

Como dono e responsável daquele espaço, as reclamações de sujeira e de um ambiente mal cuidado cairão sobre as suas costas e isso pode gerar até penalizações municipais (multas), dependendo da fiscalização feita em cada município. Então, não vacile!

Dica 2: Invista em equipamentos de proteção e de limpeza

Se você é aquela pessoa que investiu em um terreno, mas que ainda não começou a construir sua casa ou comércio, seja por conta de dinheiro ou tempo, essa dica se encaixa perfeitamente a sua situação. O fato de possuir o terreno ainda em sua fase inicial e de não saber quando irá começar a movimentar a sua terra, sugere que você passará um tempo maior cuidando do seu lote. Portanto, esse é um bom momento para investir em uma bota protetora, uma enxada e uma pá. Você pode realizar esse trabalho, sem muitas dificuldades, apesar de demandar um leve esforço físico. Lembre-se de usar roupas velhas e de preferência camisetas de manga comprida e calça, para a sua segurança.

Dica 3: Contrate especialistas para a limpeza

Para as pessoas com menos tempo, a alternativa de limpeza do terreno fica por conta da contratação de pessoas especializadas no assunto. Existem muitas pessoas autônomas que trabalham com a roçada, que conhecem de jardinagem e que também possuem equipamentos focados para esse tipo de trabalho. Também existem empresas que realizam esse tipo de atendimento. Cabe a você escolher alguém de confiança e que tenha um valor de serviço que caiba no seu bolso. Combinar um número de visitas durante o mês e fechar um acordo um pouco mais extenso, pode trazer uma maior possibilidade de negociação na prestação do serviço, além de ser um alívio ao saber que seu terreno estará sempre bem cuidado.

Dica 4: Herbicidas podem ser uma solução, mas cuidado!

Muito usados na agricultura, os herbicidas (também conhecidos como “mata mato”) possuem versões diversificadas para cada tipo de aplicação. Eles podem ser usados nos terrenos, evitando o crescimento do mato indesejado, como também possuem versões mais lights para o uso em jardinagem caseira, feitos para deter as plantas daninhas que nascem e crescem no jardim. No entanto, apesar de chamarem grande atenção pela praticidade, eles demandam vários cuidados por serem extremamente prejudiciais à saúde.

Dica 5: Crie uma horta no terreno

De todas as dicas, essa seja talvez a mais trabalhosa e que exija mais tempo e paciência do proprietário, porém ela pode render frutos no futuro, literalmente. Para evitar que o seu terreno seja um foco de doenças e sujeira, transforme-o em um ambiente agradável. Mas como fazer isso? De maneira simples, criando uma horta no seu terreno! O fato de você cultivar algo, abre uma lacuna para sua dedicação pessoal e comprometimento com o meio ambiente, portanto se você não possui essa vocação ou nunca teve vontade em cultivar algo, recorra a alguma outra dica anterior. Aos interessados e simpatizantes, essa é uma boa alternativa. 

Aconselhamos você cultivar hortaliças e legumes mais simples (de pequeno porte), que possam ser remanejadas para uma horta dentro de casa, principalmente quando você iniciar a sua construção no local.

Você pode aprender também como criar essa horta e prepará-la para sua casa futuramente. Selecionamos 5 dicas para você dar esse pontapé inicial.

Portanto, com todas essas ideias que listamos acima, a sua vida ficará muito mais fácil e tranquila quando o assunto for a limpeza do seu terreno e a qualidade de vida do seu bairro. Agora é a sua vez de escolher qual delas se enquadra ao seu estilo e as suas possibilidades!